Autorais,

Apenas quatro palavras

12:33 Amanda Hauane 4COMENTÁRIOS


Sobre a minha vida...
Eu tenho 19 anos, pouco para quem ver, e uma eternidade para quem vive.
Tive uma infância feliz, não lembro muito dela, mas pelo menos o que eu lembro são momentos de brincadeiras e vários sorrisos.
Talvez o problema da minha vida tenha começado na adolescência, não que eu tenha sido uma jovem rebelde (o que eu não fui), mas por conta da minha fase depressiva.
Eu só não aparentava. 
Quando estava no meio das pessoas eu sempre era aquela que fazia todos sorrirem, a menina das piadas bestas e sorriso bobo, mas ninguém sabia que quando eu chegava em casa o travesseiro me aguardava para amparar minhas lagrimas.
Eu escrevia textos sobre suicídio, lia livros sobre pessoas depressivas, ouvia músicas que me deixavam mal, e pensava qual seria a forma mais eficaz de morrer.
Passei muito tempo assim, sempre guardando os meus problemas e dos outros também, era como se eu fosse um depósito de problemas, não sei, mas todo mundo gostava de me contar sobre as suas perturbações, e então, eu tinha que lidar com meus transtornos e com os dos outros também.
Chegavam tempos que eu não conseguia suportar, e tinha a necessidade de pôr tudo para fora, e quando eu sabia que estava preste a explodir eu me trancava em uma bolha, pois sabia que ninguém poderia me ajudar, ou não estariam dispostos a isso.
Era só eu.
Só eu e um quarto escuro.
Eu, um quarto escuro e um travesseiro já encharcado com as minha lagrimas.
Tenho ciência do quanto eu era/sou dramática, mas eu definitivamente só precisava de alguém para me entender, para me dizer que é normal não sentir bem o tempo todo, alguém para me abraçar, só me abraçar.
Mas essa pessoa nunca apareceu, e eu fiquei esperando, mas ela não veio, e mesmo assim eu aguardei a sua chegada, porém, ela não se manifestou.
Só que essa pessoa estava esperando eu ir até ela.
Eu passei minha vida toda ouvindo falar sobre ela, e achando que já a conhecia, na verdade eu havia me acostumado em apenas saber que ela existia.
E esperei.
Até que um dia eu não aguentei mais.
Tudo ao meu redor parecia que ia explodir, e pior, tudo dentro de mim queria sair, eu sentia que tudo e todos estavam mudando, mas eu não estava conseguindo acompanhar, não estava dando conta, eu precisava de ajuda, eu queria ajuda, eu estava em silêncio gritando “ME AJUDEM”.
Ninguém escutou, ninguém percebeu.
E eu chorei, pus para fora tudo, tudinho, mas tudo continuava do mesmo jeito, as minha lagrimas não estavam fazendo efeito.
E foi aí.
Bem aí.
Nesse exato momento que me lembrei daquela pessoa.
Ela não tinha vindo até a mim, então decidi, como a última tentativa ir até ela, e para minha surpresa ela estava me esperando.
Não me questionou, não me julgou, apenas me abraçou, deixou-me chorar em seu colo e sarou minha ferida mais profunda, bem aquela que eu não deixava ninguém ver, a que estava em minha alma.
Hoje eu me pergunto por que eu demorei tanto para correr para ela, por que eu me contentei em apenas ouvir falar sobre ela? Se ela estava a quatro palavras de distância, apenas quatro.

Eu te aceito, Jesus.

4 comentários:

Autorais,

Insônia e sentimentos

04:17 Amanda Hauane 5COMENTÁRIOS


São 2:59, e eu não consigo dormir.
A minha amiguinha insônia veio me visitar, e não tem como dizer não para ela. É simples assim. Ela chega, rouba meu sono, e me deixa desesperada sem saber o que fazer.
E pelo incrível que pareça isso tem acontecido em muitas áreas da minha vida.
Tipo, minha vida amorosa, sinto que algo se instalou lá que não me deixa sentir, o que é bem contraditório, já que eu sempre desejei não ter sentimentos, eu não iria sentir as coisas boas, mas também não sentiria as ruins.
Hoje não penso assim.
Eu nunca amei de verdade, mas sinto que devia me submeter ao amor, mas algo dentro de mim não deixa.
Eu quero.
Mas quando você se acostuma a não ligar, não sentir se torna normal.
Foi aí que eu conheci JESUS, ele me faz sentir, e como me faz sentir.
Amor.
Ele me faz sentir amor.
No começo eu me assustei, paralisei, não conseguia entender o que era aquilo que queimava dentro de mim, eu não conseguia distinguir, mas me fazia senti viva.
Aquele fogo me fazia esquecer de todo resto, aquela chama me tirava do centro, e me fazia entender que não era sobre mim, mas sobre Ele.
E foi assim que eu descobri que sentir não é uma coisa ruim.
Sabe, ser cristã não me garante uma vida sem problemas, pelo contrário, na bíblia está escrito: “ [...] no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. João 16:33”.
Jesus nos encoraja nesse versículo a não ter medo das aflições, que nesse caso são os sentimentos.
Estou ciente que se eu abrir meu coração eu poderei me magoar uma, duas, três... vezes, mas se eu tiver bom animo, e descansar em Jesus, tenho a plena certeza que ele cuidará de mim, uma, duas, três... vezes forem necessárias.
A insônia e as preocupações da vida se trata disso, ansiedade, mas como eu decidi deixar Jesus cuidar de mim, então vou me deitar e dormi, assim mesmo, sem saber o que esperar quando abrir meus olhos pela manhã.

5 comentários:

Música,

4 canais de cover Cristão | Vida Cristã

08:56 Amanda Hauane 6COMENTÁRIOS

Oi, pessoas.
Eu amo música, mas como eu não sou uma especialista no assunto, não me atrevo (muito) a fazer posts sobre isso, só que ultimamente eu tenho escutado/encontrado muitos canais de adoradores no YouTuber que fazem cover, e foi aí que tive a ideia de indicar 5 desses canais aqui.
Já vou logo alertando que é impossível não viciar, e se você sentir uma vontade louca de não parar de ouvir, sinto lhe informar, mas é um efeito colateral. Além disso, esses artistas só ganharam o meu coração com a verdade transmitida em cada palavra das letras das músicas, e sim, muitos vídeos já serviu de trilha sonora para os meus momentos íntimos com Deus.


O Gabriel Guedes é um dos meus preferidos, pois, além de fazer covers nacionais, ele ainda traduz algumas letras e já tem músicas autorais.


Luana Lima é uma moça de uma voz doce e faz pouco tempo que a conheci, o mais legal desse vídeo dela, é que se trata de um cover de uma música autoral de uma cantora que começou no Youtuber, a Isadora Pompeo.


A 4life é um grupo de quatro garotos que tem um jeito um único de cantar, e em todos os cover deles tem um hap que eles mesmos fazem.


O Netto é o que eu conheci mais recente, e já amo, ele não canta, ele adora, e isso foi o suficiente para conquistar meu coração.

EXTRA:

Minha amiga fez um vídeo com uma musica autoral, que é um amorzinho. Ela não faz cover (deveria, mas ainda não faz), então achei super válido mostrar a música dela, afinal, foi feito com muito amor, sobre a experiência do primeiro amor em Jesus. 



Vocês gostam desse tipo de post? 
Gostariam que eu trouxesse mais nesse estilo? 
Deixem nos comentários.


6 comentários:

Autorais,

Relato de uma garota que não acreditava no amor

15:39 Amanda Hauane 10COMENTÁRIOS

Eu nunca fui do tipo que aceitava ser amada, sempre foi muito fácil amar os outros, mas quando era em relação a mim, eu nem me amava e nem achava que alguém fosse capaz de me amar, e isso gerou problemas e questionamentos do tipo “será que alguém é capaz de me amar como eu sou? ”.

Por muito tempo, muito tempo mesmo, eu não me sentia digna do amor, e com isso eu fui desacreditando nele, chegou uma fase da minha que eu definitivamente acreditada que o amor não passava de reações biológicas e hormonais.

E eu sempre fazia questão de expor os meus pensamentos na tentativa de encontrar alguém que me fizesse de alguma forma voltar a crer no amor, pode parecer estranho, mas a minha descrença era baseada em não ter tido nenhuma experiência verdadeira com o amor.

Mas essa equação estava errada, já que eu não estava procurando o amor no lugar certo, ou melhor dizendo, eu estava procurando o amor nas pessoas erradas, e esquecendo de olhar para o verbo amar, Jesus.

Eu só fui capaz de me sentir amada quando experimentei pela primeira vez o que o amor de Jesus inundando o meu ser, e asseguro que é impossível sentir esse amor e pensar que os hormônios humanos possam ser suficientes para gerar esse tipo de sentimento.

Hoje, eu só sei falar de amor, seja ele qual for.
Você não se ama? Experimente deixar Jesus te amar.

10 comentários:

6 on 6,

Abril | Céu | 6on6

13:27 Amanda Hauane 20COMENTÁRIOS

Oi.
Sumi?
Sumi!
E sinto muito, mas o fim de semestre chegou e eu não estou com tempo nem para respirar (rsrsrs), isso não quer dizer que eu esqueci de vocês, só que não quero fazer posts sem qualidade, e para ter qualidade demanda tempo, tempo esse que tá em falta na no meu dia-a-dia. Eu quero voltar postar regularmente, e para dá o primeiro passo nessa tentativa trouxe  para vocês o post do projeto 6 on 6 do mês de Abril, e o tema é o mais amor de todos, CÉU.
Não sei explicar o que eu sinto quando olho para o céu, é um misto de paz e ao mesmo tempo uma sensação de imensidão, é a duvida do que tem além das nuvens, e a certeza de que não estamos aqui por acaso, mas a cima de tudo é a evidencia do amor de Deus.







Blogueiras participantes:

1- Amanda Hauane (Eu hahaha)
2- Mirella Almeida (Miga)
3- Amanda Querobino (Xará)
4- Echiley Oliveira (Cachos)
5- Vanessa Medeiros (A fotógrafa)
6- Selma Barbosa (A escritora)

Obs.: Nenhuma das fotos tem filtro. 

20 comentários: